terça-feira, 26 de janeiro de 2010

SAIR DE MIM








Gosto de me sentar nas escadas da frente da minha casa. Dali posso ver, um pouco mais abaixo, o frenesim da cidade, o engarrafamento dos carros na estrada ... mas é óbvio que não é por causa disso que tantas vezes quanto posso, me sento ali ao anoitecer.

Recosto-me numa das paredes, apoio os pés na outra, reclino a cabeça para trás, e sinto a brisa suave acariciar-me o rosto. Adoro o sabor do vento no rosto, os murmúrios distantes que ele traz ... se prestar bastante atenção quase que consigo ouvir.

Então, fecho os olhos. Respiro bem devagar e profundamente. Relaxo. Deixo-me ir.

De súbito, não há mais buzinas, nem cães a ladrar, nem as vozes altas e excitadas dos rapazes de mota que frequentam a roulote da esquina diariamente ...

Sobra apenas o silêncio. E é aí que mergulho em mim mesma, onde me encontro comigo e com a alma do mundo.

Esvazio por completo a minha mente. Impeço qualquer pensamento de se fixar. E permaneço assim durante um tempo que não se conta ... sensação incrível de sintonia com o Todo.

As vezes viajo. Vejo lugares mágicos com luzes encantadas, seres elementais, entre outras figuras que me sorriem e eventualmente vêm ao meu encontro.

Quando regresso e abro os olhos, a rua ainda está movimentada. Carros e mais carros. Transeuntes. O de sempre, a cada dia diferente. Cada um voltando para as suas casas depois de mais um dia de trabalho, ou não. Uns para tomar banho, comer e dormir. Outros quem sabe para fazer o mesmo que eu.

É muito bom proporcionar-me pequenos e valiosos momentos assim. Sozinha comigo mesma, logo, não, nem nunca, sozinha de facto. Eu, particularmente, tenho vários, e eles acontecem de diferentes maneiras. Esta é apenas uma delas. Deviam experimentar. É revigorante e mágico sair de si de vez em quando. Ao voltar, sempre vemos as coisas da maneira certa.

Beijos meus, com amor.

3 comentários:

Nanda Ramos disse...

o minha linda tah arraando nos postsss
bjus

Behsali disse...

Que lindo amiga.
Obrigado pelo carinho!!
Tô sempre por aqui...
Bjos te adoro

Altair disse...

Sair para entrar em si mesma, em seu mundo que precisa desse alimento em presença para estar em paz.
Vou ler o meu Manual... Devo estar pecando por deixá-lo em um canto.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...