quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

AS VEZES EU ...




AS VEZES EU ...
As vezes sinto-me emocionalmente esgotada
As vezes penso que vivo demais as dores alheias
As vezes acho que sou louca por achar que posso mudar o mundo
As vezes pergunto-me se a minha mãe tem razão quando diz que eu já devia ter aprendido que ninguém é tão sincero comigo quanto eu sou
As vezes preciso de um tempo só meu
As vezes não me apetece ouvir mais lamentações
As vezes penso que certas pessoas não merecem o melhor de mim
As vezes penso que não vale a pena a dedicação, o empenho e os malabarismos que faço para conseguir «atender» a tanta gente
As vezes penso que não sou retribuída tanto quanto mereço
As vezes acho que amo muito mais do que sou amada, e amo mesmo
As vezes apetece-me ser ouvida, acarinhada, consolada
As vezes queria poder sentir raiva, ou pelo menos indiferença
As vezes queria não ter este compromisso com o AMOR
As vezes acho que a carga é pesada demais
(...)
Mas aí vem algo infinitamente mais forte que tudo isso
Vem a necessidade de me doar porque na verdade só assim recupero a minha força
Vem a vontade expontânea de estender a minha mão a quem precisa porque isso me faz sentir feliz realmente
Vem a voz que fala no meu ouvido e diz que fiz a coisa certa, e isso deixa-me com a sensação de dever cumprido
Vem aquela alegria enorme só por ver alguém que ontem chorava, agora sorrir, porque isso lava a minha alma
... e me faz entender que cada um tem a sua missão, dom, karma ... e me faz lembrar, entender e aceitar a minha
... mesmo que as vezes a exaustão apareça
Mesmo que muitos digam que não vale a pena
Eu digo que vale! No fim das contas, vale muito a pena.
Viver para espalhar o amor, a alegria e a esperança ... mesmo quando certas pessoas me levam a pensar que é melhor desistir ... por isso este lado sempre venceu, sempre vence e sempre vencerá, porque sigo o manual do guerreiro da Luz, e sei que nem sempre o caminho é feito de flores.
Então, respiro fundo e prossigo. Esta sou eu ... para mim mesma, para ti, para Deus.
Beijos meus, com amor.

6 comentários:

** D. Onça ** disse...

Essencialmente iluminada, minha amiga... é isso o que você é.

Talvez o retorno dos homens não seja pródigo ao devolver-lhe a demasia do tudo que dá, pois somos falíveis, limitados e, por vezes, também ingratos.

Há quem o faça para obter reconhecimento, ser exaltado, e nesse caso o que se vê é a ausência de resultado minimamente satisfatório (refiro-me à alma, ao vazio), ao contrário de quando colocamos nosso coração à frente e deixamos que ele nos conduza as ações.

O que é capaz de substituir a sensação de bem-estar, de dever cumprido como disse, a felicidade em saber que fizemos o melhor que podíamos, demos o melhor que tínhamos?

Recompensa íntima e personalíssima.

Penso que quando nos DOAMOS, quando tiramos algo de nós para ofertar ao outro (ombro, tempo, dinheiro, paciência), Deus nos sorri. E, satisfeito, nos engrandece. Ao final, sem que seja intencional ou ciente, fazemos o Bem a nós mesmos.

Não é à toa que você é tão amada... pelos que te rodeiam, pelos que sequer tiveram o prazer de conhecê-la pessoalmente, e por si mesma.

Um beijo grande, amiga linda (que eu amo!)!

Elune disse...

Amiga, parece que me vi no seu desabafo. Te digo que hoje já não sou a mesma de antes. As cassetadas que levamos da vida, fazem com que fiquemos diferentes, mais frios. Chega de se descabelar e se entristecer, com pessoas que não merecem nem se quer que lembremos delas. Já chorei muito por causa das "amigas", por causa do "amor" que alguns parentes demonstram ter, se é que você me entende. Cheguei à um ponto de que eu dizia pra Deus que eu não precisava de ninguém, que a graça de Deus me bastava e realmente me sinto assim, satisfeita em ter o espírito santo. Você tem uma forma muito poética de expressar seus sentimentos, lindo isso.
Sossegai é a palavra certa.

Sossegai.....

abraços linda

Altair disse...

"O guerreiro da luz, quando aprende a manejar sua espada, descobre que seu equipamento precisa ser completo - e isto inclui uma armadura.
Ele sai em busca de sua armadura, e escuta a propsta de vários vendedores.
"Use a couraça da solidão", diz um.
"Use o escudo do cinismo", diz outro.
"A melhor armadura é a não se envolver em nada", afirma um terceiro.
O gurreiro, porém, não dá ouvidos. Com serenidade, vai até o seu lugar sagrado e veste o manto indestrutível da fé.
A fé apara todos os golpes. A fé transforma o veneno em água cristalina."
PC - O manual - pág. 115

Deixei aberto nesta página, quando visitei seu blog esta semana e fui procurar o meu manual.

Nega Bia disse...

Mulher... todos sabem que vc manda muito bem quando o assunto é "escrever", que perfeito iddo que vc escreveu, é a mais pura verdade. Eu também me sinto muito assim...

tô meio sumida dos blog's de todas minhas amigas, como aqui esta muito quente, não guento ficar muito tempo no PC então corro pra baixo do ventilador mais próximo...hehe!!

* Lembre-se, estou aqui para o que der e viver, meu ombro está sempre vago para vc... te adorO!

Bjuxx

Dallas Diego disse...

Se doar as pessoas e esperar que façam o mesmo é um tanto arriscado, faça apenas o que achar certo e serás feliz!


BjoO

Volte sempre ao Escritos!

εїз ViViAn ★ Sbrussi /(",)\ disse...

Olá amiguinha!

...vim dar uma espiadinha no seu blog!
...desejar um ótimo carnaval!
...e deixar muitos beijinhos!



Adoro esse textinho...
precisamos ser estrelas...


¤°.¸¸.•´¯`εï瓤°.¸¸.•´¯`*¤°.¸¸.•´¯`εï瓤°.¸¸.•´¯`*εïз
εïз¤°.¸¸.•´¯`εï瓤°.¸¸.•´¯`*


As Estrelas e os Cometas

Há pessoas estrelas e há pessoas cometas...
Os cometas passam.
Apenas são lembrados pelas datas que passam e que retornam.
As estrelas permanecem. O sol permanece.
Passam anos, milhões de anos, e as estrelas permanecem.

Há muita gente cometa.
Passa pela vida da gente apenas por instantes.
Gente que não prende ninguém e
a ninguém que se prende.

Gente sem amigos,
gente que passa pela vida sem iluminar,
sem aquecer, sem marcar presença.
Importante é ser estrela.
Estar junto. Ser luz. Ser calor. Ser vida.

Amigos e Paixões são estrelas.
Podem passar anos.
Podem surgir distâncias,
mas a marca fica no coração.
Coração que não quer enamorar-se de cometas,
que apenas atraem olhares passageiros.

Ser cometa é ser companheiro por instantes,
explorar os sentimentos humanos,
ser aproveitador das pessoas e das situações,
fazer-se acreditar e desacreditar ao mesmo tempo.

Solidão é resultado de uma vida cometa.
Ninguém fica, todos passam.
Há necessidades de criar um mundo de estrelas.
Todos os dias poder contar com elas e
poder sentir seu calor.

Assim são os amigos estrelas na vida da gente.

São coragem nos momentos de tensão.
São luz nos momentos de desânimo.

Ser estrela neste mundo passageiro,
nesse mundo cheio de pessoas cometas,
é desafio, mas acima de tudo
uma recompensa.

Recompensa de ter sido luz para muitos amigos,
ter sido calor para muitos corações,
ter nascido e vivido e não apenas existido.

(Autor Reinilson Câmara)


............................•:::::•
    ..¸,.•´¨`•.( -.- ).•´¨`•.,¸
     ¨`•--•-¨( ")(" )¨-•--•´¨☆ViViAn\\(^_^)// Sbrussi


. o *´¨       . o *´¨ .   o*´¨ ¸.  o` ´¨ ¸.¸.¸.
 o´ ¸  .o` ¸.  o´¸   .o*´¨ ¸.¸.¸.¸.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...