quinta-feira, 8 de novembro de 2012

ANIVERSÁRIO,NATAL,REVEILLON=DEPRESSÃO???



O post de hoje foi-me inspirado por uma amiga, a L, que completou mais uma risonha primavera ontem, e, como já aconteceu com a maioria de nós, sentiu-se deprimida.

Estava emotiva, sensível, até chorou ali com a gente (nosso grupinho). No caso dela é fácil perceber a causa desse momento de fragilidade, pois trata-se de uma garota que acabou de se mudar para outra cidade, outro estado, sem os pais, família e amigos da vida toda. Por mais adulta que a pessoa seja, por mais forte e consciente de estar a fazer a coisa certa, nada disso impede que ela se sinta assim de vez em quando, em especial no dia do seu aniversário.

Mas porquê que o dia do aniversário mexe tanto com o psicológico das pessoas? Ou ainda, o Natal? O Reveillon?

Como podemos ver, todas essas datas marcam grandes momemtos. Um aniversário é uma data de celebração da própria vida. Só que, quando esse dia chega, inúmeras pessoas sentem a alegria ir embora e a tristeza entrar pela janela. São invadidas por uma insegurança, que é muitas vezes irracional, medo do futuro que se aproxima, medo de envelhecer, medo de estar a ficar cada vez mais velho, assumindo maiores responsabilidades e preocupando-se em falhar, em não ser bom o bastante ... aí todas as frustrações vêm a tona, todas as más lembranças, todas as más memórias ... de repente, a pessoa apenas consegue enxergar coisas negativas na sua vida, como se não houvesse nada mais além disso.

Surgem mil e um questionamentos, fazendo quase sempre com que a pessoa se diminua, se desvalorize,  culpando-se por erros cometidos, ou não.

Mas afinal, porquê que isso acontece? O que faz desencadear todos esses sentimentos ao mesmo tempo numa data específica? Não tenho nenhuma resposta exata ou científica para vos dar, mas acredito que inconscientemente o cérebro dessas pessoas ativa o "botãozinho" depressão ( ou ansiedade, angústia, irritabilidade ) que por sua vez dá vazão a um monte de coisas acumuladas, preocupações e medos muitas vezes descabidos, outras nem tanto, e aí, não tem jeito. O "aniversariante" começa em pensar que gostaria de estar não sei aonde, nem com quem, ou que mais um ano se passou e a sua vida ainda não é a que tanto almeja, começa a deixar-se levar por essa onda negativa que só serve para atrapalhar.

Natal, é a mesma coisa. São datas que apelam à nossa sensibilidade e daí até o subconsciente enviar um comando errado (ficar triste) é num abrir e fechar de olhos. Muitos se lembram, no Natal, dos entes queridos que já se foram e é impossível não notar a sua ausência, sentir a sua falta e assim, é natural não encarar o Natal com a mesma alegria e disposição que "o vizinho do lado". Conheço pessoas que detestam o Natal. Tudo que querem é que dia 25 passe logo, simplesmente porque não querem mais ser forçados a lembrar de coisas que lhes trazem tristeza, dor, agonia, pesar.

Já a proximidade do fim de cada ano, costuma deixar algumas pessoas ansiosas. Há quem pense que "o ano acabou e minha vida não mudou", "mais um ano acabou e continuo solteira e sem filhos", "mais uma ano acabou e ainda não tenho nada que seja meu", etc, e isso traz a frustração, a falta de vontade, de comemorar com os outros a chegada de um novo ano.

O que posso dizer mais? Não sou psicóloga, nem nada, mas conheço um pouco da vida. Das duas uma, ou você enfrenta todos os seus fantasmas e supera, indo celebrar a vida ... vejam bem, o seu aniversário é nada mais, nada menos, do que uma celebração à própria vida. E a vida é um dom. Merece ser vivida em paz e com alegria.

Natal e Reveillon, a mesma coisa.

No mais, acrescento que qualquer um desses momentos especiais são ótimos para recomeçar. E é aí que você pode usar toda a negatividade que está sentindo, a seu favor. Como? Encare-a de frente, enfrente-se, diga a si mesmo que você tem o controle da sua vida, estabeleça novas metas, prazos ... o importante é não desistir de si mesmo, pois o dia seguinte sempre chega e depende de você que por mais um ano as coisas continuem do mesmo jeito, ou que mudem para melhor. Tempo de reflexão ...

E assim vos deixo hoje, com muitos beijooooooossss no coração.


P.S. imagem retirada da internet

5 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Não sei bem o que acontece nessas datas, mas de todas elas a que mais me deprime é aquela semana entre o Natal e o Ano Novo e quando inicia janeiro. O início de janeiro é o pior de todos para mim, parece um mês que só tem segunda-feira... rs.

Já aniversário não é agradável mesmo para quem já passou dos 40 como eu, mas acho que lido razoavelmente bem.

E acho que essas datas todas significam balanço de vida, o que a gente fez e principalmente o que deixou de fazer, nessas datas vem tudo à tona.

Beijocas

Dama de Cinzas disse...

Angel, vou te fazer um pedido mas sinta-s a vontade para negar.

É que a maioria dos blogueiros já tirou essas letrinhas de confirmação de comentários do blog, porque elas são muito chatas, todas tortas e a gente fica digitando e errando várias vezes.

Então se quiser tirar é assim:

Entre na área "Configurações" do Blogger, depois clique em "Postagens e Comentários", depois em "Mostrar verificação de palavras ?", marque NÃO e salve.

Beijocas

Angel disse...

Oi Damaaaaa :)
Jura que tá chato assim? Eu nem me toquei mas você tem razão, melhor tirar logo isso ahahahah
Valeu pela dica, minha lindaaa.
Beijos.

Dama de Cinzas disse...

Por nada! Obrigada você!

Beijocas

Anônimo disse...

Exatamente como me sinto nessas datas! Parece que a vida não segue pra mim, somente para os outros... Deve ser apenas uma impressão, até pq não existe vida perfeita para ninguém...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...