terça-feira, 30 de abril de 2013

ACHISMOS NÃO DIZEM NADA SOBRE NINGUÉM

Todo mundo sabe como as relações humanas podem ser complexas, uma vez que o próprio ser humano é um poço de complexidade, cheio de interrogações, dúvidas e verdades absolutas.

Quanto mais intimidade, mais à vontade as pessoas ficam para se revelarem como verdadeiramente são, para perderem os pruridos e descarregarem tudo que acham de você, no pior momento possível. 

Nada como dizer a verdade, mas até a verdade precisa ser dita no momento ou no contexto certo, senão, corre o risco de parecer apenas uma afronta.

Olha ... eu não me considero melhor, nem pior do que ninguém. Estou sozinha no meu caminho da evolução, mas é dose quando sua pretensão de ser , um ser um pouco mais evoluído, desperta tanta indignação em certas pessoas. Porque seria? Não é verdade que existem seres mais evoluídos do que outros? Não é verdade que todos nós estamos classificados dentro de uma escala? Somos almas em evolução, pelo amor de Deus, não estamos aqui competindo o nível de cada um.

Mas tem gente que faz questão de te afrontar, apontar o dedo, dizer que você é assim, assado ou cozido, quando na verdade nem te conhece, com base em achismos, sem poder provar, e isso, claro, te faz sair dos eixos ... é ... as vezes eu realmente acredito que Deus nos testa todos os dias. Nossa humildade, paciência, respeito e amor ao próximo.

E nem sempre nós somos bem sucedidos nesses testes, às vezes é uma questão orgulho, noutros casos é indignação pura devido a implicância gratuita .... por outro lado tem gente que precisa se afirmar. Tem gente que não sabe nem quem é, e fica dando pitaco na vida dos outros ... eu sei lá, o que acontece com esse povo.

Mas uma coisa eu sei. Uma pessoa que antes de observar suas qualidades, repara em seus "defeitos", não é de bem. Além disso, tem um ditado que diz que as falhas que você tão prontamente aponta no outro, são as que você mesmo comete. Então, olhe bem para você mesmo, antes de sair por aí julgando. Pelo amor de Deus, nada a ver. Devemos ver sempre o melhor em cada um. Eu procuro fazer isso. Nem sempre sou bem sucedida, pois não sou a Madre Teresa de Calcutá. Nem quero ser. Não sou santa. Só procuro fazer o meu melhor. Mas mesmo quando você está empenhada em fazer o seu melhor, sempre vai aparecer alguém para tentar te desvalorizar, te diminuir, te menosprezar ... sem motivo.

Mas, chato mesmo, é quando a pessoa acha que te conhece e vai fazendo o diagnóstico do seu caso, te dizendo que você é isso, não devia aquilo, mas na verdade, essa pessoa não sabe nada de você. Fico puta aborrecida com esse tipo de coisa, viu? 

Não é para me gabar, não, mas eu não chego em ninguém e começo cheia de achismos carregados de convicção. Tanta, que você quase acredita que você não é você, e sim a pessoa que estão dizendo que você é.

Ah, ninguém merece, tá? Amizade exige sinceridade, mas também sensibilidade e uma dose generosa de respeito. De outra modo, não dá.

Bem, já deu para ver que hoje eu estou daquele jeito. Tem coisas que me incomodam realmente, e pessoas assim, mais do que me chatear, me entristecem ... poxa, eu não saio por aí criticando as pessoas sem ponderar ... mas enfim.

Até muito breve. 

2 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Bem, eu como transexual, o que mais as pessoas fazem é "achar" coisas ao meu respeito. Atribuir principalmente defeitos que nem tenho. Acho que já até criei uma casca em relação a isso, mas sempre doi.

Beijocas

Luma Rosa disse...

Realmente os achismos existem e uma gama deles, a começar pela primeira impressão. Mas se sabemos disso, de antemão imaginamos como devemos proceder. Em geral, me mantenho neura quando acabo de conhecer alguém e deixo evoluir conforme tudo se apresenta. Acho que por natureza, ficamos na defensiva e só com a confiança nos abrimos. Porém, como ter confiança em pessoas que não temos indicação?
Bom fim de semana!! Beijus,

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...