terça-feira, 7 de dezembro de 2010

AINDA SOBRE O ÓDIO ...



Enquanto a Raiva seria predominantemente uma emoção, passageira na maioria dos casos, o ódio seria, predominantemente, um sentimento forte e muito bem estruturado.


O ódio é um sentimento intenso de raiva, podendo ser bastante poderoso. Traduz-se numa forma de antipatia, aversão, desgosto, rancor, inimizade ou repulsa, nem sempre justificáveis, contra uma pessoa ou alguma coisa, assim como o desejo de evitar, limitar ou destruir o objecto desse ódio.


Assim sendo, o ódio é muito mais profundo do que a raiva.

Paradoxalmente podemos dizer que o ódio é um afecto tão primitivo quanto o amor. Tanto quanto o amor, o ódio nasce de representações e desejos conscientes e inconscientes, os quais reflectem mais ou menos o narcisismo fisiológico que nos faz pensar sermos muito especiais.

Assim como o amor, só odiamos aquilo que nos é muito importante. Não há necessidade de ser-nos muito importantes as coisas pelas quais experimentamos Raiva, entretanto, para odiar é preciso valorizar o objecto odiado. É preciso que de alguma forma a pessoa odiada mexa com toda a nossa estrutura interior, seja de forma consciente ou não.

Para uma pessoa nutrir sentimentos de ódio, é indispensável que atribua ao objecto de seu ódio um valor suficiente para fazê-lo reagir com esse tipo de sentimento. Obviamente, se ignorar o valor doobjecto não poderá odiá-lo.

Em termos práticos podemos dizer que a raiva, como uma emoção, não implica mágoa, mas sim em stress, e o ódio, como sentimento, implica uma mágoa crônica, uma angústia e frustração. Um sofrimento. O ódio prejudica muitas vezes mais a quem odeia do que a pessoa odiada, porque o ódio também é uma forma de energia, tal como o amor. Só que uma energia extremamente negativa, que corrói as entranhas do Ser, desvalorizando-o paulatinamente.

Nenhum dos dois é bom para a saúde; enquanto a raiva, através de seu aspecto agudo e estressante proporciona uma revolução orgânica bastante importante, às vezes suficientemente importante para causar um transtorno físico agudo, do tipo infarte ou derrame (AVC), o ódio consome o equilíbrio interno cronicamente, mais compatível com o cancro, com arteriosclerose, com a diabetes, hipertensão crónica. 

Por tudo isso, está mais do que clara a origem de muitos males que assolam a humanidade hoje em dia. As pessoas não sabem, ou não querem ver, mas elas são aquilo que pensam, que sentem, que interiorizam, e se a pessoa no seu interior é só raiva, ódio, rancor, mágoa, obviamente que a sua realidade não será das coisas mais bonitas de se ver.

As pessoas que se permitem odiar umas às outras, são pessoas tristes e infelizes. São pessoas com uma auto-estima muito baixa, com um amor-próprio por vezes inexistente e não raras vezes, são pessoas doentes. Doentes, porque muitas vezes alimentam esse sentimento sem real necessidade. Muitas vezes são pessoas que precisam de atribuir a culpa pelos seus fracassos a algo ou alguém, o que implica uma grande frustração. E assim, vai se desgatando, corroendo a mente, e afectando o corpo.

Não é a toa que se diz, "Mente sã, corpo saudável"!

Cuidado com os seus pensamentos e sentimentos, cuidado com o bicho que cria dentro de si mesmo.

Busque a paz, busque o amor, busque a tolerância, a benevolência, a boa vontade. Alimente-se do néctar da vida, não do fel, e seja feliz. Aprenda a perdoar. Entenda que nem sempre os outros são os culpados pelos seus problemas, e que seja como for, odiar alguém é a pior decisão que pode tomar. Lute. Lute contra essa força maligna com todas as suas forças, pois no fim, maior, ou talvez o único prejudicado, será você mesmo.

Beijos da Angel :)

2 comentários:

Rydi disse...

Amiga eu ando bem longe de pessoas que nutram esse sentimento, Deus me livre um raio de ódio desses me atingir, me quebra todinha :D. Melhor maneira de se livrar é evitar mesmo essas pessoas.

Angel disse...

É, a melhor maneira é ficar longe de pessoas assim, e também procurar permanecer na luz. Um ser que ama, que ama e que ama, não tem ódio que o atinja :)
Beijo, linda.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...