terça-feira, 21 de dezembro de 2010

ESCREVER UM DIÁRIO É UMA FORMA DE TERAPIA


Muita gente ignora, mas é verdade. Escrever um diário funciona como uma terapia no caso daquelas pessoas que buscam o auto-conhecimento, encontrar-se a si mesmas, que sofrem de Depressão, Ansiedade e outros distúrbios do mesmo género.

Como e porquê? É simples. Ao pôr para fora todas as suas angústias, medos, fracassos, frustrações, tristezas, etc, faz com que você se sinta limpo, como se tivesse tomado um bom banho de mar. Sentir-se-á também mais leve e de repente todas aquelas coisas que o estavam a afligir tanto, apertando-lhe o peito, assim como por milagre, parecem desaparecer ou pelo menos, atenuar. E com a prática, com o tempo, as coisas só tendem a melhorar, porque sozinho você poderá identificar a causa dos seus problemas.

Muitas vezes o que precisamos é apenas exteriorizar o que nos vai por dentro, e por mais que tenhamos um grande amigo, sempre há uma coisa ou outra que não contamos por vergonha ou por receio de não sermos compreendidos, ou pior ainda, de sermos julgados. Essa é a razão pela qual muitos fazem terapia, pois precisam conversar sobre as suas dores com alguém que não os conheça e que está ali apenas para ouvir e ajudar no que for possível. Mas nenhum terapeuta faz milagres, nem pode nos dizer o que fazer. Ele pode nos ajudar a identificar a causa dos nossos problemas, mas o resto é por nossa conta. Inclusive, muitos psico-terapeutas sugerem que os seus pacientes escrevam um diário para ajudar a que se libertem de tudo que carregam dentro de si.

Sendo assim, quer faça terapia ou não, desde que sinta essa necessidade de encontrar determinadas respostas, saiba que elas estão dentro de si mesmo.

Compre um Diário bonito com uma capa caprichada, ou até mesmo um simples caderno. Não importa, e sim, que você possa escrever nele. Ou então, faça o seu Diário no seu computador mesmo. Crie uma pasta e pronto. Nesse caso, caso não more sozinho ou partilhe o seu computador com alguém, sugiro que crie uma senha para o acesso a essa pasta que pode ser guardada nos seus documentos, por exemplo.

Eu estou a fazer isso e falo por experiência própria. As vezes estou melancólica quando me sento para escrever e sempre me sinto melhor depois de o fazer. Mas, não se esqueça, para surtir o efeito desejado, tem que ser verdadeiro. Escreva tudo o que você sente e/ou pensa. Tudo, rigorosamente tudo. Lembre-se que não está a falar com ninguém, e sim com você mesmo. No máximo, estará a falar com Deus, pois Ele habita no seu coração e no de todos nós.

Experimente. Comece agora e depois me diga se dá certo ou não.

Um beijo enorme, com todo carinho do mundo e muito amor.

Angel.

2 comentários:

Rydi disse...

Amiga, é verdade, eu fazia isso com meu blog, só que internet todo mundo lê e é tão chato só falar sobre frustações, cansei. O diário seria uma boa, mas e se cair em mãos erradas? esse é o problema.

Angel disse...

Olha amiga, o jeito é tomar cuidado mesmo.
É um risco que você corre, mas vale a pena.
Encontre um lugar bem escondidinho para esconder o seu diário, debaixo do colchão, atrás de um quadro, num armário da cozinha, um fundo falso, no meio de uma estante cheia de livros, um cofre se você tiver hehehehehheehe ah, você encontra um lugar que sirva direitinho e pronto.
O importante é fazer o Diário porque isso vai lhe fazer muito bem :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...