quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

AS 5 FASES DA DOR

Quando somos assolados por uma grande dor, seja de que natureza for, temos a impressão de nunca irá passar e de que iremos enlouquecer. Talvez até morrer.

No entanto, se a dor mais profunda matasse, a maioria de nós não estaria aqui para contar a história. Quem nunca perdeu um ente-querido, um amig? Quem nunca se viu numa situação totalmente inesperada e difícil de resolver, achando que não haveria saída? Quem nunca sentiu uma dor tão forte dentro do peito que chegou a pensar que jamais poderia se levantar e prosseguir com a sua vida?

A verdade, felizmente, é que tarde ou cedo, tudo passa. Tudo se transforma.

Para chegar a esse ponto é preciso considerar que a dor tem 5 fases, ou estágios, de acordo com Elisabeth Kluber-Ross.

Negação - é a primeira fase da dor. É aquele momento em que o motivo da dor surge tão de repente, que chegamos a pensar que não está a acontecer. "Não pode ser verdade". A pessoa tende a acreditar, inconscientemente, que o que está acontecer não é real, que no dia seguinte vai acordar e vai estar tudo bem.

Raiva - é a segunda fase da dor. Depois de nos apercebermos de que o que está feito, está feito, vai crescendo em nós esse sentimento de indignação, do tipo "eu não mereço", e muitas vezes tornamo-nos agressivos, frios, distantes, ásperos e rudes com as pessoas que nos rodeiam, e até connosco mesmos.

Negociação - é a terceira fase da dor, e ela só aparece quando percebemos que sentir raiva e querer esfolar Deus e o Mundo, não é solução. E aí, apelamos. Apelamos para a pessoa que nos está a inflingir essa dor, para o Destino, para todos os Santos, para Deus. Muitas vezes, é nessa fase também que nos humilhamos e oferecemos o que temos e o que não temos para reverter a situação (aquelas que poderiam ser revertidas).

Depressão - é a quarta fase da dor. Após termos esgotado todas as estratégias, de termos tentado de tudo e mais um pouco, e de conscientizarmo-nos de que não há mais nada que possamos fazer, aí chega a depressão, que é caracterizada pela total apatia, falta de ânimo, de energia, de vontade de viver. Esta fase pode ser a mais longa das 5, pois dependendo do caso e da pessoa em questão, a depressão pode ser leve, moderada ou grave, e pode requerer, nesses casos, tratamento médico.

Aceitação - é a quinta fase da dor, e ela vem com a resignação, com o conformismo. Quando se perde um ente-querido chega-se a um ponto em que, apesar da tremenda e inenarrável dor, somos obrigados a aceitar a sua partida. Assim como outras grandes perdas, como por exemplo, o fim de uma casamento.

Ao ler este post, alguns notarão que, particularmente, pularam alguma fase dessas 5. Ou que uma delas foi pouco marcante. Outros ainda, notarão uma incidência maior numa ou mais fases dentre estas aqui apresentadas.

Isso acontece porque nenhum Ser-Humano é igual à outro. Temos pessoas diferentes, com personalidades distintas, com experiências de vida opostas, e tudo isso junto, implica na maneira como uma determinada pessoa vai reagir à dor.

O mais importante é entender, que de um jeito ou de outro, mais cedo ou mais tarde, tudo passa. Tudo se transforma.

Beijo na sua alma, com muito Amor.

6 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Existe uma dor na minha vida que estou meio que na fase da depressão, mas sem estar deprimida, só cansada de lutar porque não estou vendo saída. Espero que logo venha a fase da aceitação...

Beijocas

Luma Rosa disse...

Acho que somente quem passou por todas as fases, saberá compreendê-las. A dor quanto mais profunda, nos dá um certo anestesiamento com relação à vida e só depois de passado todo o sofrimento, temos a verdadeira dimensão da dor. Algumas pessoas se recuperam integralmente, em outras fica a mágoa. Talvez você já tenha ouvido a expressão "alma magoada". Pois era assim que os antigos diziam das pessoas que passavam por uma grande dor.
Boa semana!!
Beijus,

Anônimo disse...

Continuas com posts interessantes. beijinho e parabéns mais uma vez pelo aniversário. Nzagi

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Bom a gente compreender quem sofre uma grande dor... coisa que nem sempre acontece... ao menos eu não tive compreensão de alguns... foi pena!!!
To voltando das férias...
Bjm de paz e alegria

MARIA JOSE Rezende disse...

Amiga. Um feliz dia internacional das mulheres para você e todas nós, que sabemos encontrar o sol nos dias de chuva. Beijos.

Luma Rosa disse...

Angeeeeeeeeeeeel!!
Mande notícias!!
Beijus,

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...