sexta-feira, 5 de agosto de 2011

QUE TIPO DE MULHER VOCÊ É?

O post da minha amiga Liliane me inspirou para escrever este.

Muita gente tem a mania de generalizar, afirmando que todas as mulheres são iguais. Pois bem, não são. Tal como também digo que os homens não são todos iguais, embora eu ouça isto desde que me entendo por gente.

Existem mulheres frágeis, delicadas, carentes. Existem mulheres românticas e sonhadoras. Existem mulheres práticas, fortes e determinadas. Existem mulheres astutas, inteligentes e pragmáticas. Existem mulheres masoquistas, fracas, deprimidas, dependentes. E existem outras que reúnem várias dessas características tão diferentes formando um tipo que é individual e que a faz ser diferente, ou seja, a faz ser aquilo que ela é.

Que tipo de mulher você é? Está satisfeita com a mulher que é? Sente-se bem na sua pele? Ou haveria uma coisa ou outra que gostaria de mudar? E se existe, porque não muda? Por medo, por falta de força de vontade, por falta de coragem, por puro comodismo?

Pode se dar o caso de você, mulher, não saber ao certo quem é. Isso não é tão fora do comum como imagina, fique descansada. Muitas vezes somos levadas a acreditar que somos, ou devemos ser de uma determinada maneira, mas no fundo não gostarmos de o ser. A prática do auto-conhecimento conduz-nos sem dúvida à uma maravilhosa descoberta, pois quando descobrimos quem somos, e nos aceitamos, nos amamos, a vida fica mais fácil porque entendemos que só podemos fazer alguém feliz, se formos felizes com a pessoa que somos.

Eu, cada vez mais, tenho procurado ser quem sou, aceitar-me e amar-me como tal. Isso porque já tive a ilusão de ser possível agradar a gregos e troianos, e por causa disso já sofri, já me magoei, já me decepcionei. Descobri que não era culpa de ninguém. EU tenho total responsabilidade sobre as consequências das minhas escolhas, por isso decidi ser feliz, sendo quem sou, amando a mulher que sou, sendo o mais transparente possível e sem me preocupar em ser assim ou assado porque causa dos outros. Quem tiver que gostar de mim vai gostar exatamente por tudo quanto faz de mim a pessoa que sou, com todos os meus defeitos e qualidades. Evidentemente que isso não anula a importância de corrigir as nossas falhas de modo a evoluirmos como Seres Espirituais que somos. Mas devemos fazer isso sempre por nós mesmos, e não pelos outros, pois enquanto tentarmos ser diferentes apenas para impressionar alguém, não seremos nós mesmas, e tarde ou cedo essa máscara cairá. Muito melhor então construir aos poucos o que almejamos ser, já que as mudanças repentinas não perduram, enquanto que as paulatinas são para a vida toda.

Beijos meus, com o amor de sempre.

3 comentários:

LILIANE disse...

Angel...
uma excelente pergunta não é?
que tipo de mulher você é.....

penso que sou muito romantica e sensivel o que muitas vezes me leva a cometer erros terríveis.

Mas ao mesmo tempo penso que sou uma pessoa sincera e esta sinceridade também me protege.

Sei que ainda posse ser muito mais eu mesma, estou tendo esta coragem de ir me descobrindo aos poucos.

Afinal, até sair todas nossas máscaras leva um bom tempo, né.
rs


um beijinho carinhoso neste seu coração tão meigo.

Rosalino disse...

Como Homem só posso dizer.
Com todas as virtudes ou defeitos, porque assim somos todos nós, ainda bem que a existência da mulher faz parte integrante da vida de um homem.

Rosalino

Rydi disse...

Eu sou sincera ao extremo, forte, determinada por fora e um cristal por dentro, se eu tivesse que mudar algo em mim, eu tiraria a dúvida, que muitas vezes me atrapalha nas minhas escolhas.
Fora isso estou satisfeita, é como vc disse, não podemos agradar à todos, por isso quem se sentir agradado por mim, saio no lucro.

bjsss

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...