sexta-feira, 26 de outubro de 2012

AMIZADE VIRTUAL

imagem retirada da internet


Eis aqui algo que, nem tanto tempo assim atrás, era impensável.

Como assim, manter uma amizade virtual? Como assim, gostar de alguém, se identificar com esse alguém, sentir falta desse alguém, que só conhecemos virtualmente? Fazer confidências, dividir sonhos, alegrias e tristezas, tudo isso, com alguém que na verdade nunca vimos, nunca ouvimos, nunca tocamos, nem nunca sentimos o cheiro?

É. Tempos atrás pareceria mesmo descabido. Seria algo como os amigos imaginários das crianças.

Mas não nos tempos de hoje, em que a internet propiciou ao mundo tantas ferramentas de comunicação, tantos meios, tantas formas de se conhecer gente, trocar ideias e fazer amizades.

Temos as redes sociais, sendo o Facebook a mais famosa de todas e também a que possui mais adeptos, arrisco em dizer, como também sites de todo tipo de relacionamento, fóruns de discussão em que as pessoas interagem em torno de um mesmo assunto, opinando, colocando dúvidas, e desenvolvendo relações e reconhecendo afinidades.

Mas, será que uma amizade virtual pode se considerar de fato, uma amizade de verdade? O que vocês acham? Eu diria que ... depende, porque, um amigo é uma pessoa que nos entende, nos aconselha, não nos julga, nos incentiva, nos dá parabéns no dia do aniversário, nos diz que gosta da gente ... um amigo, é aquele que está presente mesmo quando está longe, é alguém com quem a gente sempre pode contar, é quem nos levanta quando a gente cai, é quem demonstra lealdade e dá provas de merecer a nossa confiança. Um amigo é aquela pessoa que a gente pode realmente chamar de amigo.

Pois bem, sendo assim, será que uma amizade virtual pode ser considerada uma amizade verdadeira? Na minha modesta opinião, eu acho que pode sim. Lógico que um amigo virtual é alguém que sempre estará perto do coração, mas não poderá te dar aquele abraço. Sem contar que um amigo virtual tem a vida facilitada pois não precisa de provar fidelidade, pois a sua amizade é apenas entre vocês os dois, não envolve mais ninguém, nem os conflitos que advêm daí, dado que toda pessoa tem a sua personalidade e muitas vezes elas não são compatíveis.

A verdade é que sabe bem ter um amigo de verdade, um amigo presente de carne e osso, alguém com quem rir, chorar e rolar pelo chão, tomar uns drinks e sair a cantar rua abaixo.

Só nem sempre as coisas são desse jeito. Quantas vezes não nos decepcionamos com quem julgávamos amigos? Quantas vezes os amigos falham, nos desapontam, nos traem? É. Isso também acontece. E é triste. Dói demais, não é?

Mas será que isso quer dizer que, portanto, devemos acabar com os amigos reais e ficar apenas com os virtuais, já que esses dificilmente nos decepcionarão? Ou será que devemos ser realistas e perceber que os amigos virtuais não são amigos coisa nenhuma, são pessoas do outro lado da tela, a quem a gente só conta o que quer, só mostra o que interessa e vice-versa, mas ninguém garante que aquela pessoa seja tudo quanto aparenta?

Será que as relações humanas, futuramente, irão se restringir à isto? Relações virtuais, superficiais e emocionalmente seguras? Será? Bem, isso é tópico para outro post ... aliás, o mundo virtual tem muito mais que se lhe diga, por isso, por agora, fiquemo-nos por aqui.

Conclusão: Eu penso, sinceramente, que tudo é válido quando é sincero. E pode existir sinceridade, carinho, respeito, sim, numa amizade virtual. As vezes, é até mais fácil desabafar com esses amigos por trás da telinha do computador do que com aquele que foi seu colega de escola desde a infância. Então, não dramatizemos. Com maturidade e bom senso, todos podemos fazer essa equação e manter bonitas amizades virtuais por anos a fio.

Eu posso me citar como exemplo. Tenho alguns amigos virtuais, mas a mais antiga de todas, de muito anos, tantos que já nem sei quantos é a Ca ... querida, se você estiver lendo, saiba que te amo por tudo que você foi e tem sido para mim todo este tempo. A Ca, gente, é alguém que eu conheci numa dessas redes sociais e de cara a gente teve aquela afinidade, tanto que o nosso contato não ficou por aquela rede social. Não. Expandiu-se para outras rsrsrs e hoje em dia, nos falamos até por telefone. E tem mais. Sei que nós duas ainda nos vamos conhecer pessoalmente. Não sei como, nem quando, mas já esteve mais longe de acontecer, né Ca? E aí entram os casos em que amizades virtuais se transformam em amizades da vida real, sujeitas a todo tipo de intempéries que a própria vida propicia.

No entanto, e para finalizar este post, uma coisa eu sei. Sei que amor e carinho é sempre muito bom, e não importa a forma como isso nos chega. Digo o mesmo quanto a forma como isso sai de dentro de nós para a outra pessoa. Amor, amizade, todo sentimento é energia, e energia a gente não vê. A gente sente, venha de onde vier, como vier.

Beijos para todos os meus amigos, tanto da vida real como os virtuais, e isso inclui você :)



5 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Acho que amizades virtuais existem, são mesmo reais, visto que existem duas pessoas de verdade de cada lado. Mas sinceramente cada vez menos as amizades virtuais me satisfazem e cada vez mais sinto falta do contato humano com as pessoas. Acho mesmo que essa coisa do virtual serviu mais para afastar as pessoas do que realmente aproximá-las de verdade. De qualquer maneira, as amizades virtuais são mais acessíveis, elas estão ali quase que basta ligar o pc para termos um encontro. Mas sinceramente sempre vou preferir o velho contato de verdade, olho no olho.

Beijocas

Luma Rosa disse...

Talvez as redes sociais estejam adiantando algo que no futuro possa acontecer, no caso, incentivam a aproximação de pessoas, justo por que as pessoas estão muito sozinhas por mais que estejam situadas em famílias grandes e com bons relacionamentos.
Uma amiga disse que conversa o dia todo com o marido pelas redes sociais e telefones. Em casa, cada um vai para o seu canto cumprir suas tarefas e reencontram na cama. Na maioria das vezes sem sexo, mas essa nova modalidade de comunicação só ajudou o casal, pois eles podem dizer coisas um para o outro que antes não diziam. O olho no olho pode ser incomodativo.
Não concordo com o nome colocado nas redes sociais e deveria de haver uma "promoção" conforme o relacionamento se aprofunda. Tenho muitos amigos nas redes mas interajo com bem pouco. Também acho que deveria ter uma exclusão automática se passássemos mais de 3 meses sem falar com alguém. Hum... mas daí as pessoas correriam para cumprir as obrigações.
Conto no dedo os meus amigos virtuais reais. Com esses tenho facilidade de falar sobre coisas particulares minhas :) Tenho o sentido de reconhecer em alguém qualidades que eu gostaria que alguém da minha convivência tivesse. Mas posso errar também!!
Saudades de você também!!
Beijus,

** Calin ** disse...

"(...) Tenho alguns amigos virtuais, mas a mais antiga de todas, de muito anos, tantos que já nem sei quantos é a Ca ... querida, se você estiver lendo, saiba que te amo por tudo que você foi e tem sido para mim todo este tempo. A Ca, gente, é alguém que eu conheci numa dessas redes sociais e de cara a gente teve aquela afinidade, tanto que o nosso contato não ficou por aquela rede social. Não. Expandiu-se para outras rsrsrs e hoje em dia, nos falamos até por telefone. E tem mais. Sei que nós duas ainda nos vamos conhecer pessoalmente. Não sei como, nem quando, mas já esteve mais longe de acontecer, né Ca? (...) "

Ahh, não acredito!! Que linda você (nem sei porque, depois de tantos anos, continuo me surpreendendo...)!!

Afinidade, respeito, carinho, reconhecimento, o bem-querer verdadeiro. É fato que não recordo a data exata em que nos tornamos amigas (talvez desde sempre tenhamos sido), mas lembro o assunto que nos aproximou e a maneira como o conduzimos. Foi natural, só precisávamos nos encontrar para ela acontecer.

São recorrentes meus agradecimentos ao Bolsa por possibilitar que pessoas maravilhosas cruzassem meu caminho e você é, sem dúvida, um daqueles "tantão de coisa" que chega nos transbordando com todos os olhares novos e limpos e coloridos que carrega dentro de si.

Sim, iremos nos encontrar, tenho certeza e não tarda!! E eu vou chorar, vou logo avisando, rs.

Amo-te, minha amiga, profunda e continuamente. Obrigada por tudo, por sempre e por você!!

** Calin ** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Graças a Deus, tenho conseguido amigas pela net... na vida real, elas são ótimas!!!
Tanto cá como lá, estamos sujeitos a tudo conforme vc fala...
Bjs de paz e bem

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...